Estudo de caso do Embraer 170-motor

Estudo de caso do Embraer 170-motor

Estudo de caso do Embraer 170

Motor/Propulsor

Com peso máximo de decolagem e pouso iguais a 35,9 toneladas e 32,8 toneladas, respectivamente, o Embraer 170 é uma aeronave relativamente pesada, e seus motores devem ser capazes de levantar todo este peso, além de manter um ótimo desempenho durante a fase de cruzeiro. Os motores utilizados nos E-170

São 2 x GE CF34-8E5, cada um com uma capacidade de tração igual a 14200lb, ou, aproximadamente, 64,4 toneladas. São fixados um em cada asa, rebaixados em relação à fuselagem da aeronave.

Figura -Imagem da Aeronave Embraer-E170

Os motores GE CF34-8E são do tipo Turbo-Fan, e estão em serviço desde março de 2004.

Análise das características do GE CF34-8E

Com 3,07m de comprimento, 1,35m de diâmetro total e 1,17m de diâmetro da turbina, cada Turbo-Fan pesa 1192Kg e possui uma tração máxima de aproximadamente 64,4 toneladas. Para se ter ideia, este é o peso de duas carretas convencionais de 2 eixos.

Assim, sua relação Tração/Peso atinge o valor de 54:1.

Figura -Esquema de motor Turbo-Fan

Parte da massa de ar vai para o turbo-fan, e a outra parte vai para o duto da carenagem. Bypass Ratio é a razão entre o fluxo de massa de ar que passa pelo duto e o fluxo da massa de ar que passa pela turbina. No motor GE CF34-8E, esta razão é de 5:1, ou seja, somente uma parte em cinco do fluxo da massa de ar passa pela turbina. Isto reduz o nível de ruído produzido pelas pás da turbina e o consumo de combustível.

Figura -Aeronave E - 170 e motor Turbo-Fan GE CF34-8

Consumo de combustível

Os consumos de combustíveis Jet-Fuels representam cerca de 40% dos custos de operação das empresas aéreas. Portanto, é importante que o motor de uma aeronave como o E-170 tenha um consumo de combustível relativamente baixo em relação aos demais motores de seu porte.

Para que um motor como o GE CF34-8E tenha um alto desempenho e eficiência, o combustível utilizado não pode ser qualquer um. São utilizados os Jet-Fuels. Estes possuem alta viscosidade energética (poder calorífico e densidade elevados) e permitem potências elevadas, apresentam volatividade adequada e baixo ponto de congelamento. Sao quimicamente estáveis, além de apresentarem baixa corrosividade.

Emissões de poluentes

Suas emissões de gases estão dentro dos limites impostos pela ICAO CAEP/6

Bibliografia

http://www.geaviation.com/engines/docs/commercial/datasheet-CF34-8E.pdf

www.embraercommercialaviation.com

http://aeromagazine.uol.com.br/artigo/motores-e-combustiveis-de-aviacao_808.html

http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/rmec/article/download/4269/3805

Comentários