Infraestructure V04

Infraestructure V04

(Parte 1 de 3)

Autodesk® Infrastructure Modeler 2012

Introdução3
Objetivos3
Pré-requisitos3
Criando um Modelo de Infraestrutura4
Objetivos4
Atalhos4
Criando um Modelo e Importando um Terreno6
Importando Texturas de Terrenos e Áreas com Água9
Importando Dados Criados no Map 3D e no Civil 3D1
Gerenciando Dados Dentro do Modelo17
Criando subconjuntos17
Projeto Conceitual20
Objetivos20
Criando Propostas de Projetos20
Utilizando Mapeamentos Temáticos20
Esboço de Propostas de Rodovias2
Esboço de Alternativas de Desenho Urbano25
Importando Dados de Modelo 3D27
Utilizando um Esboço de Projeto Conceitual como Base para um Projeto Preliminar28
Visualizando o Modelo31
Utilizando Show Motion para Criar Videos31
Otimizando a Visualização do Modelo3
Configurando Inclinações Aleatórias para os Telhados3
Configurando Estilos Aleatórios para os Telhados34
Configurando Estilos Aleatórios para as Fachadas36

Sumário Alterando a Altura das Árvores ............................................................................................. 38

Introdução

Objetivos Os projetos de infraestrutura carregam cada vez mais consigo a expectativa de interatividade e visualização pelas partes interessadas no projeto. Este tutorial irá ajudar a dar uma introdução do programa Autodesk Infrastructure Modeler para parceiros e clientes, e também a mostrar aos usuários como o Autodesk Infrastructure Modeler irá não apenas proporcionar uma maneira fácil e rápida de criar o modelo de sua construção e ambiente natural, mas também como você pode criar e avaliar propostas conceituais para projetos de infraestrutura. Veja como você pode ajudar seus clientes a se “comunicar” melhor com as propostas de projetos conceituais, e continuar a visualizar o projeto em todo o ciclo de vida do mesmo, os permitindo vantagens no trabalho e recebendo a aprovação mais rápida das partes interessadas em projetos de infraestrutura.

Ao fim deste tutorial, você será capaz de demonstrar como:

Criar um projeto no Infrastructure Modeler;

Importar um terreno;

Importar texturas;

Criar infraestruturas 3D a partir de arquivos planos;

Incorporar modelos detalhados do Civil 3D, 3DS Max e do Revit;

Criar trajetórias de visualização e vídeos;

Trabalhar com múltiplas propostas de projetos em um único modelo;

Esboçar e visualizar projetos conceituais para estradas, terrenos, uso do solo, construções, mobiliário urbano ou ferrovias;

Pré-requisitos Para fazer todo o tutorial os seguintes softwares devem estar instalados em seu computador:

Autodesk Infrastructure Modeler 2012

AutoCAD Civil 3D 2012 ou AutoCAD Map 3D 2012 (Opcionais)

Criando um Modelo de Infraestrutura

Antes de iniciar a elaboração do modelo e os passos deste tutorial, crie uma pasta denominada AIM_2012 no drive C: do seu computador ou no local mais adequado, e extraia os arquivos presentes em “AIM_2012.zip” para esta pasta.

Todos os arquivos referidos ao longo deste tutorial estarão disponíveis na pasta extraída “AIM_2012” e nas suas subpastas.

Objetivos Ao fim desta etapa, você será capaz de:

Criar um projeto no Infrastructure Modeler;

Importar um terreno;

Importar texturas;

Criar um modelo 3D de infraestrutura a partir de arquivos planos;

Gerenciar arquivos dentro do modelo.

Atalhos Utilize as seguintes técnicas de navegação no seu modelo do Infrastructure Modeler:

1. Abra o programa “Autodesk Infrastructure Modeler” e clique em “abrir”. Na sequência selecione o arquivo “Tech_Demo.sqlite”. Utilize os comandos indicados nos itens a seguir para explorar o modelo.

Clique no botão esquerdo do mouse e arraste: Girar o modelo inteiro;

Utilize o Scroll do mouse: Zoom in e Zoom out;

Clique em Examinar e dê um clique duplo no local: Zoom no ponto de interesse; Clique com o botão direito: Zoom;

Clique com o botão direito e arraste: Movimente o modelo.

Arraste o View Cube no canto direito da tela: Rotaciona o modelo.

Clique no lado do View Cube que corresponde à vista que você quer: ir direto para uma vista;

Clique no item Home no canto superior direito: Volta para a vista original do modelo;

Nota: o botão Home não aparece até que você passe o mouse em cima.

Clique Shift + W para mostrar ou ocultar o Steering Wheel:

No Steering Wheel, clique em Center: Muda o ponto de centralização para os comandos zoom e orbit;

No Steering Wheel, clique em Walk: Anda através do modelo. Clique com o botão direito e arraste para mudar a direção. Para mudar a altitude, clique nas setas para cima e para baixo no teclado. Para andar mais rápido, clique no botão “+” no teclado;

altitude da sua vista;

No Steering Wheel clique Up/Down e clique com o botão esquedo e araste: muda a

Clique em Look no Steering Wheel para olhar ao redor do modelo. Clique e arraste com o botão esquerdo para mudar a direção ou clique nas setas do teclado;

Criando um Modelo e Importando um Terreno

1. Abra o programa “Autodesk Infrastructure Modeler” e clique em “novo” ou clique “Ctrl+N” para criar um arquivo novo.

2. A janela “Novo Modelo” irá aparecer, conforme Figura 1. Em “Nome”, dê o nome de Tech_Demo no modelo.

Figura 1

Nota: verifique que os modelos são armazenados na pasta de Documentos do seu computador, por padrão.

3. Deixe o campo “Arquivo de Modelo de Esquema” como está definido. 4. No “Sistema de Coordenadas” digite ND83-NF.

5. Verifique se a janela “Definir a Extensão da Cidade” está selecionada, para que seja possível defnir a extensão do modelo. Clique em “Carregar Extensão de Arquivo” e procure o arquivo na pasta \AIM2012\GIS_Data\Model_Extents.sdf clique em OK.

6. Ao abrir o modelo, verfique se a barra “Origens de Dados” está aberta ao lado esquerdo da tela, se não, clique no botão “Origens de Dados” para abrir a barra lateral.

Nota: O painel “Origem de Dados” é onde os dados serão adicionados e gerenciados. Você também pode clicar Alt + 1 para abrir a barra lateral.

7. Clique na seta ao lado do botão “Adicionar Origem de Dados do Arquivo” para escolher o tipo de arquivo a ser carregado, conforme Figura 2. Neste caso, selecione “Autodesk IMX”.

Figura 2

8. Procure o arquivo na pasta \AIM2012\Surfaces e selecione E_Riverside.imx. O arquivo E_Riverside.imx será adicionado no “Painel Origens de Dados”.

Nota: Verifique que o programa entende que o arquivo IMX contém uma superfície e a configura de acordo.

9. Clique com o botão direito no nome do arquivo carregado e selecione “Atualizar”. O terreno irá aparecer na vista. O layer do terreno pode ser reconfigurado clicando com o botão direito no arquivo e selecionando “Configurar”. Nesta janela, você pode mudar nomes e parâmetros do mesmo.

10. Clique novamente na seta ao lado do botão “Adicionar Origem de Dados do Arquivo” para selecionar outro tipo de arquivo.

1. Selecione “Raster” e procure na pasta \AIM2012\Surfaces o arquivo W_Riverside.tif.

12. Verifique que o campo “Estado” do W_Riverside.tif está como “Não Configurado”. Isto porque existem alguns parâmetros que os quais deve ser configurados antes de importar um arquivo Raster.

13. Clique com o botão direito no arquivo “Raster” (W_Riverside) e selecione “Configurar”. Verifique se o campo “Tipo” está definido como “Terrain”, conforme Figura 3.

Figura 3

14. Na aba “GEO Location”, no campo “Sistema de coordenadas”, selecione ND83-NF como o sistema de referência espacial.

15. Na Escala, nos valores X e Y, mantenha 1. No valor Z, mude para 3.2.

16. Clique na aba Raster e verifique a capacidade de especificar “Banda de Altura” ou

“Nenhum Valor de Dados”. Não faça mudanças nesta aba e clique em “Fechar e Atualizar”. O raster West Riverside será adicionado ao lado do East Riverside na vista, verifique na Figura 4.

Figura 4

Importante: Rasters que tenham Bandas de Altura assossiadas a eles podem também ser importados como terrenos, ou como imagem de solo. Entretanto, você só pode configurar isto quando estiver configurando o layer pela primeira vez. O campo Tipo não pode ser mudado depois de configurado; será necessário reimportar o layer.

Importando Texturas de Terrenos e Áreas com Água

Para deixar seu modelo com mais informações ou com um visual mais realístico, importe texturas de terrenos de arquivos raster, bem como fotografias aéreas, fotografias de satélites ou mapas topográficos scaneados. No caso do tutorial, serão importados áreas com água para cobrir a área que foi unida.

17. Na “Origem de Dados”, clique em “Adicionar Origem de Dados do Arquivo” e selecione “Raster”. Procure o arquivo E_Riverside_Contour_Map.tif na pasta \AIM2012\Raster.

18. Utilizando os passos anteriores 13 e 14, configure o raster estipulando o sistema de coordenadas ND83-NF. Clique em “Fechar e Atualizar”. A vista do raster será drapeada no terreno conforme Figura 5.

Figura 5

19. Adicione o arquivo “Raster W_Riverside_Overview.tif” ao modelo também, com o mesmo sistema de coordenadas ND83-NF.

20. Agora serão adicionados dados GIS, como áreas com águas. Clique para “Adicionar

Origem de Dados do Arquivo” e selecione o tipo “SDF”. Procure na pasta \AM2012\GIS_Data e selecione o arquivo Water_Areas.sdf.

Nota: Como o Infrastructure Modeler não sabe que tipo de características estão nos dados GIS que foram adicionados, pode-se perceber que os dados estão armazenados no item “Nenhum Tipo de Recurso”. O arquivo será configurado para representar água.

21. Abra as configurações do layer que foi carregado. Mude o “Nome” para “Water Areas”.

2. No “tipo”, selecione “Water Areas” e clique em “Fechar e Atualizar”. Verifique que agora temos o terreno com texturas e as áreas com águas adcionadas, conforme Figura 6.

Figura 6

Importando Dados Criados no Map 3D e no Civil 3D

Já que pode levar algum tempo para o modelo regenerar depois que terrenos e texturas são adicionadas, pode ser mais efetivo abrir um modelo com terrenos e texturas já carregados, e concentrar-se em adicionar os dados GIS ou dados de projeto, ao invés de começar com uma tela limpa.

Para continuar, iremos carregar alguns dados GIS que serão utilizados durante o tutorial. Estes dados serão atualizados durante todo o tutorial.

23. Utilizando os mesmos passos anteriores que utilizamos para criarmos a superfície, iremos adicionar os outros dados.

24. Clique na seta ao lado de “Adicionar Origem de Dados do Arquivo” e clique para adicionar um arquivo SDF.

25. Procure o arquivo Trees.sdf na pasta “\GIS_Data” e clique em Abrir.

26. Repita os passos 24 e 25 para adicionar os seguintes dados, também localizados na pasta GIS_Data:

a. Urban_Road_Centerlines.sdf b. Forested_Areas.sdf c. Animals_Habitats.sdf d. Parcels.sdf e. Building_footprints.sdf

27. Verifique que todos os itens adicionados foram colocados na pasta “Nenhum tipo de recurso”. Devemos configurá-los, e para isso clique com o botão direito e clique em configurar cada um dos itens, com os seguintes parâmetros:

a. Trees: Na aba Common: em Tipo, selecione Trees; em Name, digite

Species; em Description, digite Height_m; em Rule Style, selecione o lápis, clique na seta para selecionar o estilo e escolha vegetation. Procure o item “T02-V02 Light...” e clique OK. Na aba GEO Location, verifique se o sistema de coordenadas está definido como ND83-NF. Na aba Source, em opções de modelagem de polilinhas, clique na seta e selecione Drape. Clique em OK quando terminar.

b. Urban Roads: Na aba Common, em Tipo, selecione Roads; em name, digite name; em Description, digite Length. Na aba GEO Location verifique se o sistema de coordenadas está definido como ND83-NF. Na aba Source, em opçoes de modelagem de polilinhas, clique na seta e selecione Drape. Clique em Ok quando terminar.

c. FeatureClass1: Na aba Common, troque o nome para Forested_Areas; em

Tipo, selecione Coverage Areas; em name, digite Name; em Category, digite Forested Areas; em Rule Style, clique no lápis para selecionar um estilo, selecione o item Colors e escolha Green; clique ok. Na aba GEO Location, verifique se o sistema de coordenadas está definido como ND83- NF. Clique em OK para fechar a janela de configuração.

d. Animals_Habitats: Na aba Common, em Tipo, selecione Coverage Areas; em name, digite species; no campo Descripton, digite Level; em Category, digite Animal_Habitats; em Rule Style, clique no lápis e escolha a cor Orange no estilo Colors. Na aba GEO Location, verifique se o sistema de coordenadas está definido como NAD83-ND. Clique OK para fechar a janela de configuração.

Os dados Parcels e Buildings não serão configurados nesta etapa do tutorial, portanto serão configurados e incorporados ao modelo mais adiante.

28. Verifique que todos os itens que colocamos estão com o Estado definido como

Configuradas (com exceção de Parcels e Buildings)e não estão mais na pasta Nenhum Tipo de Recurso, pois já estão prontos para serem importados no modelo, conforme Figura 7.

Figura 7

29. Clique para “Adicionar Origem de Dados do Arquivo” e selecione “Atodesk IMX”. Procure na pasta \AIM2012\Civil_IMX_Exports o arquivo Urban_Development.imx e clique em Abrir.

A janela Escolher origens de Dados se abrirá, note que nesta é pedido para que seja selecionado os elementos do arquivo IMX que devem ser trazidos ao modelo.

30. Selecione todos menos “Corridors” (Figura 8) e clique ok.

Figura 8

31. As novas origens de dados aparecerão no painel de “Origem de Dados” nos itens “Pipelines”, “Pipelines Connector” e “Terrain”.

Já que o programa entende a estrutura de um arquivo IMX, o Estado do layer estará definido como Configuradas. Isto significa que não é necessário especificar que tipo de características ele tem. Entretanto, nada aparecerá no desenho até que cada um dos arquivos sejam atualizados.

32. Clique com o botão direito e selecione “Atualizar” em cada um dos seguintes layers adicionados nesta ordem: - Surfaces;

- Pipeline Connectors - Structures;

- Pipeline – Pipelines.

3. Dê zoom na área mostrada na Figura 9 (na parte direita embaixo do modelo).

Figura 9 34. Verifique abaixo do terreno para visualizar os tubos e conectores, conforme Figura 10

Figura 10

Nota: O Autodesk Infrastructure Modeler é capaz de consumir dados do Civil 3D como um arquivo IMX.

- É necessário um Plug-in para exportar arquivos IMX do Civil 3D.

- O Plug-in está disponível no Instalador do Autodesk Infrastructure Modeler.

- O arquivo IMX é um arquivo SQLITE que pode ser aberto como um arquivo Vetor 2D no Autodesk Infrastructure Modeler, Map 3D e no Civil 3D.

- Arquivos IMX podem conter informações de terrenos (TIN), superfícies polígonais, texturas e alguns dados GIS que vêm de modelos do Civil podem ser importados para o Infrastructure Modeler.

35. Continue com o mesmo desenho, no painel “Origem de Dados”, clique com o botão direito no layer “Parcels” e clique em “Configurar”.

36. Na janela de “Configuração de origem de Dados”, em “Tipo”, selecione “Coverage Areas”.

38. Deixe os outros itens e abas como configurados e clique em “Fechar e Atualizar”

37. No item “Description”, digite “Building_Type”. No item “Category”, digite “Parcel”.

39. Depois de atualizar, o layer das parcelas aparecerá na superfície “Urban Development”, como Figura 1.

Figura 1

40. No painel “Origem de Dados”, clique com o botão direito no layer “Buidings” e clique com o botão direito e selecione “Configurar”.

41. Estabeleça as seguintes opções na aba “Common”: a. Tipo: Buildings b. Name: Floor_Plan c. Description: Building_Type d. Roof Slope: 6

42. Clique no Botão de “Edição de Espressões” no item “Roof Height”. A janela de edição irá aparecer. Digite a seguinte expressão: “Storeys * 3.5”

Nota: Como não temos nenhuma informação de altura dos prédios, iremos aproximar a altura multiplicando o número de andares por 3.5m.

43. No campo “Rule Style”, clique no ícone do lápis. A janela “Selecionar Estilo” irá aparecer.

4. Na aba “Facade”, selecione a lista “Brick Facade Styles” e escolha uma fachada disponível conforme Figura 12.

Figura 12

45. Depois, clique no lápis no item “Roof Materials”. Selecione “Roofing Materials” e escolha um material de telhado.

46. Na aba “Source”, em “Opções de Modelagem de Polilinhas”, clique na seta e selecione

“Drape”, para que os prédios sejam colocados drapeados no modelo. Clique em “Fechar e Atualizar” e verifique o modelo, como Figura 13.

Figura 13

O Autodesk Infrastructure Modeler é um híbrido de BIM e GIS. Para alcançar uma rápida geração 3D e estilização, é necessário configurar os dados importados para que o Autodesk Infrastructure Modeler possa “saber” o que é uma rodovia, um prédio, uma cobertura de terreno, ou outros tipos de ativos pré-definidos.

(Parte 1 de 3)

Comentários