VANT Pulverização Agricola_2008

VANT Pulverização Agricola_2008

(Parte 1 de 6)

Monografia de Especialização

Pelotas, RS, Brasil 2008

Por

José Roberto Rasi

Monografia apresentada ao programa de Pós-Graduação em

Engenharia Rural, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL, RS), como requisito parcial para obtenção do grau de Especialista em Gerenciamento e utilização de Máquinas Agrícolas

Orientador: Prof. Airton dos Santos Alonço, Dr. Eng.

Pelotas, RS, Brasil 2008

Universidade Federal de Pelotas

Faculdade de Engenharia Eliseu Maciel Departamento de Engenharia Rural

A Comissão Examinadora, Abaixo Assinada, Aprova a Monografia de Especialização

Elaborada por José Roberto Rasi

Como requisito parcial para obtenção de grau de Especialista em Gerenciamento e Utilização de Máquinas Agrícolas

(Presidente/Orientador)

_ Antônio Lilles Tavares Machado – Dr. UFPEL (Membro)

Pelotas, 28 de abril de 2008.

iv DEDICATÓRIA

Dedico este trabalho a toda equipe da Prince Air Model Ltda.

A Universidade Federal de Pelotas pela oportunidade de realização deste Curso.

Ao Orientador deste trabalho, Professor Dr. Airton dos Santos Alonço, pela amizade, compreensão e carisma.

À FAPESP pela concessão dos recursos necessários para construção do protótipo.

vi “Sic transit gloria mundi” vii RESUMO

Monografia de Especialização

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola

Universidade Federal de Pelotas DESENVOLVIMENTO DE UM VEÍCULO AÉREO NÃO TRIPULADO PARA APLICAÇÃO EM PULVERIZAÇÃO AGRÍCOLA

ORIENTADOR: AIRTON DOS SANTOS ALONÇO Data e Local da Defesa: Pelotas, 28 de Abril de 2008.

Este trabalho apresenta o desenvolvimento de um veículo aéreo não tripulado

(VANT) e a sua configuração como plataforma para pulverização agrícola, com capacidade de hopper (tanque onde fica armazenado o produto a ser aplicado) de

100 kg, dotado da capacidade de efetuar manobras superiores a da aviação agrícola convencional, para pulverização de precisão em pequenas e médias propriedades

O desenvolvimento e construção deste VANT para a pulverização agricultura de precisão levaram-se em conta a diminuição de custos e riscos, modernizando e complementado a atividade. O protótipo, construído pela Prince Air Models Ltda, com recursos da FAPESP, apresentou resultados satisfatórios para as situações de vôos requeridos, com o lastro de 100 kg e realizando manobras típicas e padrão de vôo agrícola.

Palavras-chaves: Veículo Aéreo Não Tripulado; Pulverização Agrícola; Agricultura de Precisão.

viii

Monograph of Specialization Program of After-Graduation in Agricultural Engineering

Universidade Federal de Pelotas

ADVISER: AIRTON DOS SANTOS ALONÇO Place and Date of the Defense: Pelotas, April 28th 2008.

This work presents the development of the unmanned aerial vehicle (UAV) and its configurations as platform for agricultural Sprayers, with hopper capacity of 100 Kg, endowed with the capacity to make superior maneuvers of piloted agricultural aviation for precision spraying in small and averages agricultural farms.

The development and construction of this UAV was focused for the precision spraying agriculture was taken the decease of costs and risks of accidents, modernizing and complementing the activity. The prototype was made by Prince Airmodels Ltd. With resources of FAPESP and it showed acceptable results for all the requested flight situations with 100 Kg of payload and flying the typical maneuvers and agricultural pattern.

Key-words: Unmanned Aerial Vehicles; Agricultural Spraying; Precision Agriculture.

ix

FIGURA 1 - Curtiss JN-6H “Jenny”7
FIGURA 2 - AG-17
FIGURA 3 - Muniz M98
FIGURA 4 - RP11
FIGURA 5 - Fritz X12
FIGURA 6 - Projeto Acauã13
FIGURA 7 - Projeto ARARA14
FIGURA 8 - Yamaha RMAX G1 com barras de spray15
FIGURA 9 - Números de helicópteros sem pilotos vendidos no Japão15
FIGURA 10 - TAG CXXX16
FIGURA 1 - Diagrama UNAV 3500FW17
FIGURA 12 - Placa UNAV 350017
FIGURA 13 - Placa WePilot200018

LISTA DE FIGURAS FIGURA 14 - Diagrama WePilot2000 …………………………………………………..18

FIGURA 15 - Placa MP2128g19
FIGURA 16 - Diagrama MP2128g19
FIGURA 17 - Tela da Estação de Terra - MP2128g20
FIGURA 18 - Curva Clássica / Balão2
FIGURA 19 - Racetrack2
FIGURA 20 - Curva clássica – Correto e Errado23
FIGURA 21 - Missão típica da aeronave agrícola – AgroRobot23
FIGURA 2 - Plano de vôo do AgroRobot25
FIGURA 23 - Vants fabricado pela Prince Air Models Ltda27
FIGURA 24 - Disposição das etapas do desenvolvimento de aeronaves28
FIGURA 25 - Apresentação da etapa de Especificação e Requisitos29
FIGURA 26 - Apresentação da etapa Estudos Preliminares29
FIGURA 27 - Apresentação da etapa Anteprojeto30
FIGURA 28 - Apresentação da etapa Projeto30
FIGURA 29 - Veículo Aéreo Não Tripulado AgroRobot32
FIGURA 30 - Vistas do motor Mini 33
FIGURA 32 - Aerofólio RAF 4834
FIGURA 3 - Polares do aerofólio RAF 4835
FIGURA 34 - Vista superior do AgroRobot35
FIGURA 35 - Ângulos de incidência e washout36
FIGURA 36 - Vista lateral do AgroRobot36
FIGURA 37 - Organograma do material utilizado38
FIGURA 38 - Corte do atomizador AU5000 LD42
FIGURA 39 - Montagem do atomizador AU5000 LD43
FIGURA 40 - Turboaero TA-88C-64

x FIGURA 41 - Componentes do sistema de pulverização .........................................45 xi

QUADRO 1 - Categorias de aplicações via liquida24

xii

ABA Associação Brasileira de Aeromodelismo ABNT Associação Brasileira de Normas Técnicas

ARARA Aeronaves de Reconhecimento Assistidos por Radio e Autônomas AURORA Autonomus Unmanned Remote Monitoring Robotic Airship

AV Alto Volume

BV Baixo Volume BVO Baixo Volume Oleoso

CenPRA Centro de Pesquisas Renato Archer c Cilindrada – cm³

CDA Controlled Droplet Applications ( Apliação Controlada de Gotas)

CG Centro de Gravidade CL Coeficiente de Sustentação do Aerofólio

CLmax Coeficiente de Sustentação Máximo do Aerofólio cm Centímetro

(Parte 1 de 6)

Comentários