(Parte 1 de 3)

Algoritmos Prof. Marcelo Marçula

Utilizando o Dev C++

Para transformar o seu pseudocódigo em um programa executável é necessário utilizar uma

Linguagem de Programação. Existem diversas linguagens no mercado, mas vamos utilizar para nosso propósito a linguagem C++.

Para realizar essa transformação é necessário escrever todo o algoritmo, traduzindo os comandos do pseudocódigo por comandos correspondentes na linguagem de programação (no nosso caso C++).

A linguagem C++ contém uma lista de comandos padrão, mas para poder escrevê-los é necessário escolher uma ferramenta que permita essa operação. Normalmente essas ferramentas são chamadas Compiladores. Também existem diversos compiladores para a linguagem C++. Utilizaremos o Dev C++. Vamos utilizar como exemplo, o seguinte pseudocódigo:

algoritmo EXEMPLO var inteiro QUANTIDADE; real PRECO, TOTAL; inicio leia (QUANTIDADE); leia (PRECO); TOTAL QUANTIDADE * PRECO; escreva (TOTAL); se (TOTAL > 100) entao escreva (“Valor muito alto”); senao escreva (“Valor normal”); fim_se; fim

Para criar um programa executável baseado nesse pseudocódigo você deve seguir as etapas apresentadas a seguir.

Algoritmos Prof. Marcelo Marçula

1. Abrir o programa Dev-C++. Ele deve apresentar a seguinte aparência.

2. Quando criamos os nossos programas, estamos criando o nosso Arquivo Fonte (arquivo que contém os comandos na linguagem de programação). Para iniciarmos o nosso trabalho, acessar o menu Arquivo, escolher a opção Novo e clicar em Arquivo Fonte (veja a figura abaixo).

Feito isso deve surgir uma área de trabalho branca (figura abaixo) com uma guia chamada Sem

Título 1. Essa é a nossa área de trabalho onde serão escritos os comandos na linguagem de programação C++.

Algoritmos Prof. Marcelo Marçula

OBS: Em algumas situações a nossa área de trabalho aparecerá logo quando o programa for aberto. Nesse caso, não é necessário realizar esse procedimento.

OBS: Existem dois caminhos alternativos para você abrir essa nossa janela para criar o arquivo fonte. A primeira é digitar CTRL+N ou clicar no botão Arquivo Fonte da barra de ferramentas .

3. Iniciar a digitação do código fonte correspondente ao nosso pseudocódigo. Para isso devemos fazer a tradução dos comandos e algumas pequenas adaptações (essas adaptações vão ocorrer em todas as linguagens de programação).

OBS: Todos os comandos na linguagem C++ devem ser escritos OBRIGATORIAMENTE em letras minúsculas.

4. O pseudocódigo se inicia com o nome do algoritmo (programa). Não existe esse comando na linguagem C++. O nome do programa será dado diretamente ao arquivo que será gerado pelo nosso trabalho. 5. A linguagem C++ exige que no início do código existam as Diretivas de Pré-Processamento. Esses comandos indicam as bibliotecas de comando que serão utilizadas e outras características importantes para o funcionamento do programa. Em todos os programas que vamos criar sempre aparecerão os mesmos comandos. Escreva os seguintes comandos no código fonte:

6. Em seguida, no nosso pseudocódigo temos a declaração das variáveis. Para declarar as variáveis na linguagem C++ não é necessário utilizar o comando var. Apenas declare as variáveis, apenas tomando cuidado para utilizar a denominação correta para o tipo de variável (conforme tabela abaixo):

Pseudocódigo Linguagem C++

Tipos de variáveis inteiro int real float caractere char

Algoritmos Prof. Marcelo Marçula

Baseado no nosso pseudocódigo de exemplo, escrever:

7. Agora devemos indicar o comando inicio (início do programa). Para isso devemos escrever o comando main() e na linha de baixo abrir chaves ({).

8. A próxima etapa é acrescentar os dois comandos leia (entrada de dados para o programa). Para isso devemos substituir o comando leia pelo comando cin, seguido de dois símbolos de maior (>>) e o nome da variável que receberá o dado digitado (sem parênteses).

Podemos imaginar que o comando “aponta” para a variável que receberá os dados de entrada de dados. 9. Agora devemos escrever o comando com a operação aritmética e a atribuição de valor. O processo é bastante simples: para as operações aritméticas, utilizar a mesma simbologia do pseudocódigo e para a atribuição, substituir o símbolo pelo símbolo =.

Algoritmos Prof. Marcelo Marçula

Pseudocódigo Linguagem C++

Operadores Aritméticos + + - - * * / /

10. O próximo comando é apresentar o valor calculado e armazenado na variável TOTAL. Para isso devemos traduzir o comando escreva (pseudocódigo) para o comando cout, seguido de dois sinais de menor (<<) e o conteúdo que deve ser apresentado (sem parênteses). O comando ficará da seguinte forma:

Observe a tabela abaixo com alguns exemplos de utilização do comando de saída de dados (cout):

Comando Pseudocódigo Linguagem C++

Saída somente de texto escreva (“Dev-C++”); cout << “Dev-C++”;

Saída somente de valor de variável escreva (TOTAL); cout << TOTAL;

Saída utilizando textos e valores de variáveis escreva (“O valor total é “, TOTAL); cout << “O valor total é” << TOTAL;

Observe que neste último exemplo, a separação entre texto e variável é realizada pelo símbolo <<, que substitui a vírgula do pseudocódigo.

Algoritmos Prof. Marcelo Marçula

1. A próxima etapa é escrever o comando de decisão. Em primeiro lugar, devemos observar que os operadores relacionais sofrem algumas alterações (conforme tabela abaixo):

Pseudocódigo Linguagem C++

Operadores Relacionais = == < > != > >

Agora, quanto ao comando de decisão (comando se), vamos escrevê-lo aos poucos para entender as diferenças. Em primeiro lugar temos a seguinte linha de comando (pseudocódigo):

se (TOTAL > 100) entao Ela deve ser escrita da seguinte maneira, substituindo o comando se pelo comando if:

Observe que não existe comando correspondente ao entao na linguagem C++. A seguir devemos escrever todos os comandos que devem ser executados quando a condição (TOTAL > 100) do comando if for verdadeira. Devemos então seguir a seguinte regra: colocar todos os comandos entre chaves ({....}). Dessa maneira o nosso código fica da seguinte forma:

Algoritmos Prof. Marcelo Marçula

Obs: O uso das chaves é obrigatório quando forem usados mais do que um comando em cada “lado” do comando if (comando se do pseudocódigo), por esse motivo, usar sempre as chaves não ocasionará problemas.

Agora devemos escrever os comandos que devem ser realizados quando a condição (TOTAL > 100) for verdadeira. É um comando escreva (pseudocódigo), que deve ser traduzido para um comando cout, como já vimos anteriormente. O comando ficará da seguinte forma:

O próximo passo é escrever o comando senao (indicando que existem comandos que devem ser feitos quando a condição TOTAL > 100 for falsa). O comando deve ser substituído pelo comando else e, como anteriormente apresentado, todos os comandos que devem ser executados quando a condição for falsa devem aparecer entre chaves. O comando ficará da seguinte forma:

Algoritmos Prof. Marcelo Marçula

O comando que deve ser realizado quando a condição for falsa é novamente um comando de saída de dados (cout). O código ficará da seguinte maneira:

(Parte 1 de 3)

Comentários