Modulo II – Intranet, extranet e a internet

A Intranet, a Extranet e a Internet 2 também serão explicadas, mostrando, a importância da democracia da informação e a necessidade da inclusão digital por meio de programas específicos e com a mobilização do maior número possível de pessoas nessa causa.

Como surgiu a Internet

A Internet nasceu nas bases militares e foi para os ambientes acadêmicos. Depois de consolidada, partiu para as empresas, chegando aos lares e escolas. É impressionante como a rede tem se expandido vertiginosamente, dentro de um cenário globalizado.

A história da Internet começou com um grupo da Força Aérea Americana, na década de 60, ao analisar os riscos de um ataque soviético. O grupo elaborou um estudo de como controlar e efetivar a defesa do ataque de mísseis e bombas, mantendo essas informações militares seguras, mas com a possibilidade de compartilhá-las com outros órgãos governamentais (LEINER, 1997).O resultado do estudo foi a Internet, seu objetivo inicial era a interligação dos computadores dos centros de pesquisa das Universidades da Califórnia de Los Angeles e Santa Bárbara, Universidade de Utah e o Instituto de Pesquisa de Stanford. A rede deveria permitir que, mesmo se algumas de suas partes fossem destruídas (um possível ataque nuclear), os demais computadores continuassem se comunicando.

Década de 70

A rede começa a crescer de forma acelerada. Em 1973, tornou-se internacional com a conexão de sites relacionados com a defesa da Inglaterra e Noruega. Em 1981 conectava 213 computadores, em 1984, mil máquinas. Em 1987 já estavam conectados 10 mil computadores. Em 1986, a NSFNET (uma rede que englobava também os computadores da NSF) conectou-se com a ARPANET. A interligação entre essas duas redes passou a ser conhecida como INTERNET. Em 1990, a ARPANET foi desativada, criando-se em seu lugar a DRI (Defense Research Internet).

Na década de 70, as universidades começaram a participar dessa rede. Com o crescente sucesso, seu gerenciamento tornou-se cada vez mais difícil. Em 1984, ela se dividiu, surgindo a MILNET, dedicada a linhas militares. A busca por protocolos mais confiáveis continuou, passando a incluir pacotes de rádios, satélite e segurança de redes.

Década de 90

A partir de 1993, a Internet passa a ser explorada comercialmente, deixando de ser utilizada exclusivamente com fins acadêmicos. As empresas começam a perceber a importância desta ferramenta de comunicação nos negócios, agilizando a troca de informações e, posteriormente, como efetivo meio para fechamento de negócios: o surgimento do e-commerce (Comércio Eletrônico).

A Internet no Brasil

A História da Internet no Brasil inicia-se em 1988, com a interligação de grandes universidades e centros de pesquisa do Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre aos Estados Unidos. Em 1989, o Ministério da Ciência e Tecnologia formou um grupo composto por representantes do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), da FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos), da FAPESP (Fundação de Amparo Pesquisa do Estado de São Paulo), da FAPERJA (Fundação de Amparo Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro) e da FAPERGS (Fundação de Amparo Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul) para discutir o tema.

O projeto RNP (Rede Nacional de Pesquisa), pode ser dividido em três fases.

A Fase I da RNP, no período de 1991 a 1993, foi dedicada à montagem da chamada Espinha Dorsal (backbone). Em 1993, a RNP já atendia onze estados do pa

Utilização e serviços da Internet A Internet é uma grande ferramenta de comunicação e, por isso mesmo, ela encontra-se nos mais diversos ambientes. Saiba mais sobre os termos utilizados na Internet, sua utilização e os serviços de comunicação disponíveis.Site

O conjunto de páginas de determinado assunto ou endereço, um espaço definido na Rede Mundial de Computadores, criado, organizado, produzido e identificado com um determinado emissor (pode ser uma instituição governamental ou não, uma empresa ou até mesmo o espaço de uma pessoa).

Home page

É a página inicial de um site. O primeiro contato com o internauta. Por meio dela é que são oferecidas as demais opções de navegação para percorrer o site.

Sites de busca

Conjunto de páginas na Internet que permite e facilita a busca de assuntos de interesse do usuário. Ex.: Yahoo, Cadê, Altavista, Google. Esses sites indicam outros, relacionados com aquilo que você procura.

Sites de conteúdo

São os Ambientes Virtuais com as informações propriamente ditas, sobre os mais diversos assuntos. Ex.: site do SENAI SC, que apresenta tudo que você deseja saber sobre o SENAI (cursos, eventos, consultorias, etc.).

Portais

Reúnem vários sites que possuem alguma coisa em comum. Por exemplo: um portal sobre educação pode reunir sites de várias universidades, cursos a distância, pesquisas, bibliotecas, etc. Outro exemplo: um portal de construção civil pode abrigar sites de engenharia, arquitetura, fornecedores de materiais, associações de classe, etc.

Comunidade virtual

Reúne grupos de pessoas ou organizações que se relacionam utilizando a comunicação eletrônica. Podem realizar negócios, trocar informações sobre um determinado assunto ou segmento econômico, seja industrial ou comercial.

Hipertexto

O hipertexto ou hiperlink ou apenas link é um texto relacionado com outro, de forma não-linear. Por exemplo: digamos que você está lendo um texto na tela do computador. Aparece a palavra vestibular. Ao passar sobre ela com o mouse, ou clicar nela, surge na tela outro texto, relacionando datas dos vestibulares, matérias que cairão ou outros conteúdos definidos por quem criou o site e a página. O hipertexto é um acesso não-linear aos assuntos, ou seja, ele não vem após outro texto, mas está disponível paralelamente.

HTML

O HTML (Hypertext Markup Language) é uma linguagem utilizada na Internet. Ela permite mostrar textos, gráficos, arquivos multimídia, empregar hipertexto e efetuar links, ligações com outros sites e páginas

de plataformas (sistema operacional e hardware) diferentes. Para visualizar o ambiente web, é necessário um software de navegação. Os navegadores (browsers) são programas que permitem acessar a Internet pelas páginas da web

.

A Word Wide Web - WWW (teia de alcance global), é um sistema de busca e troca de informações desenvolvido no início dos anos 90 com o objetivo de simplificar e tornar mais ergonômico o uso da Internet. Ela compreende um sistema de hipermídia (hipertexto, imagem, áudio e vídeo) que permite a troca de informações de maneira transparente para usuários da Internet, mesmo com uso de plataformas (sistema operacional e hardware) diferentes. Para visualizar o ambiente web, é necessário um software de navegação. Os navegadores (browsers) são programas que permitem acessar a Internet pelas páginas da web.

BATE-PAPO

É assim que se costuma chamar a conversa em tempo real pelo computador. Em alguns sistemas mais antigos de chat (conversação), a tela é dividida em duas. Cada parte contém o texto de um dos interlocutores. Novos sistemas permitem a criação de salas de conversa, inclusive pelas páginas da web.

IRQ, ICQ, MSN

São softwares específicos que permitem conversas em tempo real. Com o ICQ e o MSN, por exemplo, você coloca em uma agenda no computador as pessoas com quem deseja manter contato. Cada vez que elas estão conectadas, o software lhe avisa, permitindo, assim, que você inicie o diálogo.

GRUPOS DE DISCUSSÃO

São listas ou fóruns para que um grupo de pessoas possa se inter-relacionar em função de um tópico ou assunto de interesse comum. As mensagens são enviadas para todos os integrantes do grupo, possibilitam a troca de idéias, registros e disseminação de informações.

FTP

Significa File Transfer Protocol, um protocolo de transferência de arquivos. Com ele, é possível efetuar cópias, baixando-as em seu computador (download) ou transferindo arquivos de seu computador para a Internet (upload), permitindo que outros usuários venham a baixá-los quando necessário.Domínio

O Domain Name System - DNS (em português, Sistema de Nomes de Referências) cria uma hierarquia de domínios e é o coração da Internet. Cada endereço IP, na verdade, é constituído por quatro números divididos por pontos, como: 166.52.128.62, dificultando memorizar tais endereços. O DNS estabelece um nome de domínio, usando letras facilmente reconhecíveis. Ex.: www.yahoo.com.br. As últimas letras, br, identificam a sigla do país do domínio.

E-MAIL

O correio eletrônico (eletronic mail) é, sem dúvida, o serviço mais utilizado da Internet. Ele permite a troca de mensagens, que chegam quase que imediatamente, entre os usuários da rede. Para enviar uma mensagem, você precisa conhecer o endereço de e-mail do destinatário. Você reconhece os endereços eletrônicos pelo uso do símbolo @ (arroba). Geralmente, o endereço apresenta as seguintes indicações: joaodasilva@yahoo.com.br

Intranets e Extranets

As Intranets são redes privativas de empresas que utilizam a infra-estrutura de comunicação de dados da Internet para estabelecer comunicação interna ou com qualquer outra empresa conectada à Internet. Também utilizam o mesmo tipo de interface gráfica da Internet (protocolos de comunicação TCP/IP).

USOS DA INTRANET

A Intranet está voltada para a comunicação. No entanto, o uso das Intranets permite que a comunicação rompa as fronteiras físicas formadas pelos edifícios de organizações, por cidades e países. Em muitos casos, os encontros face a face não são práticos pela falta de disponibilidade de tempo ou pelos custos elevados de viagens.

Para organizações com filiais em diferentes cidades, ou mesmo países, fica oneroso e praticamente impossível transportar as pessoas para um único local de reunião. Uma filosofia de trabalho em grupo pode levar funcionários de diferentes cidades a compartilhar arquivos, discutir relatórios, ensinar e capacitar colegas utilizando-se de recursos como chats, videoconferência, programas de comunicação, e-mails, quadro de recados, entre outros.

Benefícios da Intranet

Melhor condução dos negócios.

Manutenção de contato interativo com compradores.

Maior eficiência na venda de bens e serviços.

Integração dos recursos da corporação.

Otimização nas operações e trabalho dos funcionários.

Maior integração entre os profissionais.

Disponibilização das informações para todos, a qualquer hora e em qualquer lugar.

Maior agilidade nos negócios.

Economia de capital.

Extranets

A Extranet é uma rede geograficamente distribuída (WAN), construída utilizando enlaces de comunicação proprietários. Ela também utiliza protocolos de comunicação TCP/IP e oferece serviços similares aos da rede Internet. Geralmente, as Extranets são usadas pelas corporações para interligar várias sedes, facilitar a comunicação com fornecedores, representantes ou qualquer grupo seleto de pessoas com as quais é preciso manter uma comunicação constante.

As organizações podem estabelecer Extranets privadas entre elas ou utilizar a Internet como parte das conexões de suas redes. Com essas redes, clientes, fornecedores, subcontratados, consultores e outros públicos predefinidos podem acessar sites selecionados da Intranet e banco de dados de outras empresas, por exemplo (RIENN, 2001).Virtualidade O conceito de virtualidade é utilizado na Tecnologia da Informação para descrever situações em que a comunicação ou o relacionamento não é feito de forma presencial e sim com equipamentos e tecnologias de comunicação que simulam esse contato e cujos exemplos encontram-se em organizações, comércio, educação e vários outros segmentos da sociedade.Organizações virtuais

A virtualidade pode se manifestar na virtualização de uma empresa: os funcionários deixam de ter o contato face a face tradicional, trabalhando em um mesmo prédio, e passam a participar de uma equipe de teletrabalho, que utiliza uma rede de comunicação eletrônica e emprega recursos tecnológicos para favorecer a cooperação. Uma organização virtual deixa de investir em ambientes físicos concretos para administrar unidades distintas. Michael Dell, da Dell Computers, (EXAME, 1999) salienta que a Tecnologia da Informação está mudando drasticamente a maneira como as empresas fazem negócios. Ele diz que as empresas se transformarão em corporações virtuais.

BATE-PAPO

É assim que se costuma chamar a conversa em tempo real pelo computador. Em alguns sistemas mais antigos de chat (conversação), a tela é dividida em duas. Cada parte contém o texto de um dos interlocutores. Novos sistemas permitem a criação de salas de conversa, inclusive pelas páginas da web.

V da Internet. Ela compreende um sistema de hipermídia (hipertexto, imagem, áudio e vídeo) que permite a troca de informações de maneira transparente para usuários da Internet, mesmo com uso de plataformas (sistema operacional e hardware) diferentes. Para visualizar o ambiente web, é necessário um software de navegação. Os navegadores (browsers) são programas que permitem acessar a Internet pelas páginas da web.

BATE-PAPO

É assim que se costuma chamar a conversa em tempo real pelo computador. Em alguns sistemas mais antigos de chat (conversação), a tela é dividida em duas. Cada parte contém o texto de um dos interlocutores. Novos sistemas permitem a criação de salas de conversa, inclusive pelas páginas da web.AC_FL_RunContent( 'codebase','http://download.macromedia.com/pub/shockwave/cabs/flash/swflash.cab#version=9,0,28,0','width','136','height','139','src','ilustras/b2_tecnologia-o_futuro/a2_/i1','quality','high','pluginspage','http://www.adobe.com/shockwave/download/download.cgi?P1_Prod_Version=ShockwaveFlash','wmode','transparent','movie','ilustras/b2_tecnologia-o_futuro/a2_/i1' ); //end AC code AC_FL_RunContent( 'codebase','http://download.macromedia.com/pub/shockwave/cabs/flash/swflash.cab#version=9,0,28,0','width','245','height','175','hspace','50','src','ilustras/b2_tecnologia-o_futuro/a2_/i2','quality','high','pluginspage','http://www.adobe.com/shockwave/download/download.cgi?P1_Prod_Version=ShockwaveFlash','wmode','transparent','movie','ilustras/b2_tecnologia-o_futuro/a2_/i2' ); //end AC code

WORLD WIDE WEB

A Word Wide Web - WWW (teia de alcance global), é um sistema de busca e troca de informações desenvolvido no início dos anos 90 com o objetivo de simplificar e tornar mais ergonômico o uso da Internet. Ela compreende um sistema de hipermídia (hipertexto, imagem, áudio e vídeo) que permite a troca de informações de maneira transparente para usuários da Internet, mesmo com uso de plataformas (sistema operacional e hardware) diferentes. Para visualizar o ambiente web, é necessário um software de navegação. Os navegadores (browsers) são programas que permitem acessar a Internet pelas páginas da web.

BATE-PAPO

É assim que se costuma chamar a conversa em tempo real pelo computador. Em alguns sistemas mais antigos de chat (conversação), a tela é dividida em duas. Cada parte contém o texto de um dos interlocutores. Novos sistemas permitem a criação de salas de conversa, inclusive pelas páginas da web.

IRQ, ICQ, MSN

São softwares específicos que permitem conversas em tempo real. Com o ICQ e o MSN, por exemplo, você coloca em uma agenda no computador as pessoas com quem deseja manter contato. Cada vez que elas estão conectadas, o software lhe avisa, permitindo, assim, que você inicie o diálogo.

GRUPOS DE DISCUSSÃO

São listas ou fóruns para que um grupo de pessoas possa se inter-relacionar em função de um tópico ou assunto de interesse comum. As mensagens são enviadas para todos os integrantes do grupo, possibilitam a troca de idéias, registros e disseminação de informações.

FTP

Significa File Transfer Protocol, um protocolo de transferência de arquivos. Com ele, é possível efetuar cópias, baixando-as em seu computador (download) ou transferindo arquivos de seu computador para a Internet (upload), permitindo que outros usuários venham a baixá-los quando necessário.

Domínio

O Domain Name System - DNS (em português, Sistema de Nomes de Referências) cria uma hierarquia de domínios e é o coração da Internet. Cada endereço IP, na verdade, é constituído por quatro números divididos por pontos, como: 166.52.128.62, dificultando memorizar tais endereços. O DNS estabelece um nome de domínio, usando letras facilmente reconhecíveis. Ex.: www.yahoo.com.br. As últimas letras, br, identificam a sigla do país do domínio.

E-MAIL

O correio eletrônico (eletronic mail) é, sem dúvida, o serviço mais utilizado da Internet. Ele permite a troca de mensagens, que chegam quase que imediatamente, entre os usuários da rede. Para enviar uma mensagem, você precisa conhecer o endereço de e-mail do destinatário. Você reconhece os endereços eletrônicos pelo uso do símbolo @ (arroba). Geralmente, o endereço apresenta as seguintes indicações: joaodasilva@yahoo.com.br

Intranets e Extranets

As Intranets são redes privativas de empresas que utilizam a infra-estrutura de comunicação de dados da Internet para estabelecer comunicação interna ou com qualquer outra empresa conectada à Internet. Também utilizam o mesmo tipo de interface gráfica da Internet (protocolos de comunicação TCP/IP).

USOS DA INTRANET

A Intranet está voltada para a comunicação. No entanto, o uso das Intranets permite que a comunicação rompa as fronteiras físicas formadas pelos edifícios de organizações, por cidades e países. Em muitos casos, os encontros face a face não são práticos pela falta de disponibilidade de tempo ou pelos custos elevados de viagens.

Para organizações com filiais em diferentes cidades, ou mesmo países, fica oneroso e praticamente impossível transportar as pessoas para um único local de reunião. Uma filosofia de trabalho em grupo pode levar funcionários de diferentes cidades a compartilhar arquivos, discutir relatórios, ensinar e capacitar colegas utilizando-se de recursos como chats, videoconferência, programas de comunicação, e-mails, quadro de recados, entre outros.

Benefícios da Intranet

Melhor condução dos negócios.

Manutenção de contato interativo com compradores.

Maior eficiência na venda de bens e serviços.

Integração dos recursos da corporação.

Otimização nas operações e trabalho dos funcionários.

Maior integração entre os profissionais.

Disponibilização das informações para todos, a qualquer hora e em qualquer lugar.

Maior agilidade nos negócios.

Economia de capital.

Extranets

A Extranet é uma rede geograficamente distribuída (WAN), construída utilizando enlaces de comunicação proprietários. Ela também utiliza protocolos de comunicação TCP/IP e oferece serviços similares aos da rede Internet. Geralmente, as Extranets são usadas pelas corporações para interligar várias sedes, facilitar a comunicação com fornecedores, representantes ou qualquer grupo seleto de pessoas com as quais é preciso manter uma comunicação constante.

As organizações podem estabelecer Extranets privadas entre elas ou utilizar a Internet como parte das conexões de suas redes. Com essas redes, clientes, fornecedores, subcontratados, consultores e outros públicos predefinidos podem acessar sites selecionados da Intranet e banco de dados de outras empresas, por exemplo (RIENN, 2001).

Virtualidade

O conceito de virtualidade é utilizado na Tecnologia da Informação para descrever situações em que a comunicação ou o relacionamento não é feito de forma presencial e sim com equipamentos e tecnologias de comunicação que simulam esse contato e cujos exemplos encontram-se em organizações, comércio, educação e vários outros segmentos da sociedade.

Organizações virtuais

A virtualidade pode se manifestar na virtualização de uma empresa: os funcionários deixam de ter o contato face a face tradicional, trabalhando em um mesmo prédio, e passam a participar de uma equipe de teletrabalho, que utiliza uma rede de comunicação eletrônica e emprega recursos tecnológicos para favorecer a cooperação. Uma organização virtual deixa de investir em ambientes físicos concretos para administrar unidades distintas. Michael Dell, da Dell Computers, (EXAME, 1999) salienta que a Tecnologia da Informação está mudando drasticamente a maneira como as empresas fazem negócios. Ele diz que as empresas se transformarão em corporações virtuais.

Comentários