Leandro

Luana Paulo Rogério

Cor

É um fenômeno físico provocado por um feixe de luz

A luz pode ser entendida como uma forma de energia, de natureza ondulatória, caracterizada pelos diversos comprimentos de onda ( , expressos em m ou nm) e que apresenta a propriedade de interagir com a matéria, sendo que parte de sua energia é absorvida por elétrons da eletrosfera dos átomos constituintes das moléculas.

Uma solução quando iluminada por luz branca, apresenta uma cor que é resultante da absorção relativa dos vários comprimentos de onda que a compõem.

A colorimetria é um método analítico baseado na medida da intensidade da cor, com a finalidade de determinar a concentração de analitos em amostras.

Embora seja um método quantitativo, com uma margem de erro analítico relativo entre 2 a 5%, é muito empregado em diversas áreas.

O número de aplicações da colorimetria é muito amplo.

O instrumento usado é o fotocolorímetro também chamado de fotômetro de filtro ou o espectrofotômetro.

A Lei de Lambert-Beer: a absorbância é proporcional à concentração da espécie química absorvente, sendo constantes o comprimento de onda, a espessura atravessada pelo feixe luminoso e demais fatores. Verifica-se uma relação linear entre absorbância ou densidade ótica e concentração.

A é aabsorbância(ou absorvância)

I0é aintensidadeda luz incidente

I1é a intensidade da luz uma vez tendo atravessado o meio lé a distância que a luz atravessa pelo corpo cé aconcentraçãode sustância absorvente no meio α é ocoeficiente de absorçãoou aabsorbtividade molarda substância

A curva de calibração é um gráfico de absorbância em um comprimento de onda fixo em função da concentração.

Fundamentos da Colorimetria

A amostra é comparada com um padrão e analisada sob condições idênticas de química e luz.

A substância deve ser colorida (absorver luz) ou convertida em um composto colorido.

Reagentes adicionados Reagentes adicionados

Tampões (buffers) Indicadores para cor

Agentes Redutores/Oxidantes

Instrumentação para colorimetria

Colorímetros / Fotocolorímetros Espectrofotômetros

Fotocolorímetro / Colorímetro

Pode ser utilizado um filtro em um colorímetro para selecionar a cor da luz na qual o soluto tem absorbância máxima, de modo a maximizar a exatidão do experimento.

A cor da luz absorvida é a "oposta" da cor do espécime, então um filtro azul será apropriado para uma substância laranja.

Espectrofotômetro

Um espectrofotômetro é um instrumento que contém componentes que fazem o seguinte:

• geram energia luminosa

• selecionam um comprimento de onda de luz específico

• passa o raio de luz através da amostra

• mede a mudança na intensidade da luz na passagem pela amostra

• mostra a intensidade do sinal em um display

Vantagens

Redução dos erros experimentais

Maior exatidão, determinações em baixas concentrações

Simplicidade de execução

Pode ser aplicado em condições que métodos potenciométricos ou gravimétricos não existam (amostras biológicas, p.e.)

Vantagens para determinações de rotina

Rapidez de execução

Baixo custo dos espectrofotômetros

Interferências

Outras substâncias que podem estar presentes na amostra desconhecida e causar erros no resultado são classificadas como interferentes.

Se o controle não é efetivo, pode ser necessária a separação preliminar do analisado da amostra complexa ou destruição do complexo pode ser necessária.

O controle destes efeitos pode ser obtido com o uso de agentes inibidores que reagem com a substância interferente.

Preparo de um “branco”

Contém todos os reagentes presentes na solução da espécie a ser analisada, menos a espécie a ser analisada

Subtrai-se Absorbância do branco da

Absorbância da amostra antes de realizar-se os cálculos

Comentários