Malaria

Malaria

(Parte 1 de 6)

PlasmodiumPlasmodium sp e Malsp e Maláária ria

Malária

Problema de saúde pública Afeta 300 milhões de pessoas

Áreas tropicais e subtropicais –1 milhão de mortes/ano

Paludismo, maleita ou sezão, tremedeira, febre

Controle com efeito limitado em diversos locais

Resistência aos antimaláricos e aos inseticidas Panorama político-econômico mundial

OMS –adequação e integração dos métodos de controle nas diferentes regiões.

(Rey, 2001)

Filo Classe

Subclasse Ordem

Família

Gênero

Apicomplexa

Sporozoa

Coccidia

Eucoccidiida

Plasmodiidae Plasmodium

P. falciparumP. malariae P. vivaxP. ovale

Esporozoíto (A), Merozoíto (B).Ro: Roptrias; Ap: Anel polar ou complexo apical;Ct: Citóstoma;N: núcleo; Mt:

mitocôndria (Braga, Fontes In Neves, 2005)

Formas Assexuadas

Complexoapical ondeconverge as roptriase osmicronemas– organelasde penetração,

Habitat: glândulassalivaresdo inseto

Merozoíto: dentrodas células hopedeiras

Formas assexuadas

A. Merozoíta B. Trofozoíta jovem C. Esquizonte

– Cf – Complexo apical formação

– Ci – Citóstoma

– dm – dupla membrana interna

– He – Hemácia

– M - Mitocôndri a

– m – Membrana externa

– Mn – Micronemas

– N – Núcleo

– R – Roptrias

– RE – Retículo endopl asmático

– Vp – Vacúolos com pigmento malárico

Superfície – glicoproteínas e moléculas de adesão (P. falciparum –Ag58KDa)

Formas Assexuadas

Rosácea ou Merócito Co – Conóide, Ci –

Citóstoma, He –

Hemácia ,N – Núcleo,R –

Roptrias,M –

Mitocôndria,m – Membrana da rosácea,mn – Micronemas, mt – Microtúbulos,CR

– Citoplasma residual ,Vp – Vacúolo com

•Interior das hemácias

•Esquizogonia sanguíneas

•Cada fragmento de núcleo - milhares de merozoítasvaria

Formas sexuadas

(Parte 1 de 6)

Comentários