(Parte 1 de 3)

Tutorial MySQL − Apostilando.com Tutorial MySQL − Apostilando.com

Tutorial − MySQL1
Sobre este tutorial1
Nota do autor1
Molhando seus pés2
Breve introdução ao MySQL2
Indo mais fundo3
Visão geral3
Até seu pescoço em MySQL6
Tabelas e campos6
Campos7
Tipos de campos no MySQL7
Registros12
Tabelas12
Totalmente imerso em MySQL15
Manipulando a base de dados15
Afogando−se em MySQL20
Comando avançados20

Table of Contents Tutorial MySQL − Apostilando.com

Tutorial − MySQL Revisão 2

Este documento aborda superficialmente o MySQL. Sua leitura é recomendada para leigos em servidores
O texto aqui contido pode e deve ser distribuído livremente, contanto que sejam mantidos os nomes dos
Vale lembrar ainda, que este texto também se aplica a outros servidores de Base de Dados, como o Oracle

Sobre este tutorial SQL e até mesmo em base de dados. A leitura deste documento não é recomendada para pessoas que já tenham alguma experiência no assunto, e possam ficar entediadas lendo este. autores, e que fique documentada alguma eventual alteração. (R), tendo em conta que a abordagem do texto é da linguagem SQL, que é um padrão.

Nota do autor

Ao escrever este manual, não pude gastar muito tempo dando atenção a todos os itens. Peço desculpas antecipadamente por alguma falha no documento, e agradeço eventuais colaborações e sugestões. Pretendo manter atualizações deste documento em minha página pessoal (http://w.linuxqos.cjb.net) portanto, as versões mais novas sempre estarão lá primeiro. Enfim, aproveitem!

Rafael V. Aroca − rafael@linuxqos.cjb.net São Carlos, 20 de fevereiro de 2000. Atualizada em: 18/Set/2001 SP − Brasil

Tutorial − MySQL1

Molhando seus pés Breve introdução ao MySQL

Bancos de dados, hoje em dia, são parte fundamental da vida de quase todos seres humanos. Viver sem
Bancos, universidades e bibliotecas são três exemplos de organizações que dependem totalmente de bancos
Um dos mais rápidos programas para servidores de SQL (do inglês, "Linguagem de pesquisa simples"),
Além de oferecer vários recursos não existentes em outros servidores, o MySQL tem a vantagem de ser
As principais metas da equipe de desenvolvimento do MySQL é construir um servidor rápido e robusto.
Os recursos acima mencionados incluem:
− Capacidade de lidar com um número ilimitado de usuários;
− Capacidade de manipular mais de cinqüenta milhões (50.0.0) de registros;
− Execução muito rápida de comandos, provavelmente o mais rápido do mercado;
− Sistema de segurança simples e funcional.
Quem usa o MySQL:
− Silicon Graphics (w.sgi.com)

sistemas de bancos de dados em nosso mundo, é hoje em dia praticamente impossível. Sem nem mesmo perceber, a todo momento estamos usando um banco de dados, mesmo nas mais triviais tarefas. de dados. A própria internet, usa um sistema de banco de dados para controle e funcionamento dos sites, como este. Normalmente, bases de dados com muitas informações são armazenadas em computadores de grande porte, chamados de servidores, e que permitem o uso das mesmas informações, através de uma rede, por um número (diz−se) ilimitado de usuários. hoje no mercado, é o MySQL, desenvolvido pela T.c.X. DataKonsultAB. Este programa está disponível para download em sua versão original em w.mysql.com, em inglês, e também em w.mysql.com.br para sua versão brasileira, onde encontram−se projetos de tradução e documentação do MySQL em português. totalmente gratuito para uso tanto comercial, quanto privado, em conformidade com a licença pública GPL. Tutorial MySQL − Apostilando.com

Molhando seus pés2

− Yahoo (w.yahoo.com)
− IFX Networks (w.ifx.com.br)
− Dezenas de Web hosting e Provedores devido ao enorme sucesso que o MySQL vem fazendo
Existem sistemas rodando servidor MySQL com bases de dados de 200 Gigabytes!!! Caso você ache isto

− Siemens (w.siemens.com) insuficiente, verifique a lista completa de usuários do MySQL no site oficial − w.mysql.com

Indo mais fundo

A partir deste capítulo, começaremos a usar o MySQL na prática, para tal, é preciso que você tenha acesso
Para acessar o servidor MySQL, é preciso utilizar o comando que segue. É importante lembrar, que o

Visão geral a algum servidor com o MySQL instalado e funcionando devidamente. A instalação do MySQL será abordada posteriormente. A forma mais comum de se utilizar o MySQL, é via telnet. Uma vez conectado ao servidor, um segundo comando permite o acesso ao servidor MySQL. MySQL tem seu próprio cadastro de nomes e senhas, sendo que você pode possuir uma conta no servidor SQL, mas não telnet, e o oposto também é válido. Você também pode usar clienter gráficos para o MySQL, como o FreeMascon e o MyNavigator.

−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−− mysql −u elaine −p supersenha Sintaxe: mysql −u (usuário) −p (senha)

Tutorial MySQL − Apostilando.com

Indo mais fundo3

Após validada a senha, e pré−supondo que o MySQL tenha sido corretamente instalado, você verá algo

ou mysql −h servidor −u (usuário) −−password=(senha) −−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−− como:

−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−− Cliente MySQL − NBS Bem vindo ao monitor do MySQL. Use ; após os comandos ou \g. Sua id é 49, e você está conectado a um servidor versão 3.21.23−beta−log Digite 'help' para ajuda.

Uma vez no prompt do MySQL, podemos começar a utilizar os comandos do MySQL e manipular os dados

mysql> −−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−− e o servidor. Contudo, antes de modificar a base de dados, nós devemos escolher qual desejamos usar, da seguinte forma:

Tutorial MySQL − Apostilando.com

Indo mais fundo4 mysql>use teste; Base de dados alterada. −−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−

Troque teste, pelo nome da base de dados desejada. Você obterá uma mensagem confirmando a alteração
Repare que o comando está seguido de ponto e vírgula, pois como em C, a maioria dos comandos do
Antes de fazer qualquer coisa, seria interessante você consultar a ajuda, que listará os comandos disponíveis
Isto deve ser feito através do comando help.
Provavelmente, nem todas as funções serão úteis neste momento, porém é bom gastar um tempo
Por outro lado, funções como status, connect, clear, e quit serão usadas com uma freqüência tão grande que

da base de dados. Isto significa que você está conectado a ela. MySQL são sucedidos por ponto e vírgula. neste momento da execução do MySQL. −−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−− mysql>help ... ... −−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−−− aprendendo cada uma delas para uso futuro. você deve se familiarizar com elas. Neste ponto, você deve ter um conhecimento básico de como conectar−se ao servidor, selecionar a base de dados, e executar operações simples. No próximo capítulo, aprenderemos os conceitos e técnicas necessárias

Tutorial MySQL − Apostilando.com

Indo mais fundo5 para preparar e manter uma base de dados.

Até seu pescoço em MySQL

Chegamos! Talvez no capítulo mais difícil deste texto. Você logo entenderá, portanto, tenha uma ótima

Tabelas e campos noção de bases de dados!

Algumas pessoas podem achar fácil, mas minha experiência no assunto, diz que muitas pessoas têm
Uma base de dados, nada mais é do que estruturas complexas de dados. Estes dados são gravados em forma
Imagine um arquivo de fichas, numa empresa onde há várias caixas, cada uma contendo os dados dos
Portanto, cada caixa é uma tabela, contendo diversas fichas, que são os registros, e cada ficha possui várias
Como foi dito, há várias caixas, uma para cada departamento, a soma de todas as caixas forma a base de

dificuldades sobre os conceitos básicos de bases de dados. Portanto, só passe para o próximo tópico quando você estiver plenamente seguro que domina os conceitos de bases de dados. de registros em tabelas. Parece simples, certo? Façamos então uma analogia para que este conceito se torne ainda mais simples: funcionários de um certo setor. Cada caixa possui várias fichas, que são os cadastros dos funcionários − cada ficha contém os dados de apenas um funcionário. Indo mais longe, podemos concluir que cada ficha contém diversas informação sobre o funcionário em questão: informações sobre o funcionário, que são os campos. dados.

Observando tudo isto de fora, podemos formar o seguinte esquema:
Base de dados < Tabela < Registro < Coluna (datatype)
Banco de dados < Tabela < Linha < Campo

Tutorial MySQL − Apostilando.com

Até seu pescoço em MySQL6

A etapa de montagem das tabelas, é senão a mais importante, uma das mais importantes etapas da

As duas linhas acima mostram os termos normalmente usados para o que acabamos de aprender. Os campos podem ser de diferentes tipos e tamanhos, permitindo ao programador criar tabelas que satisfaçam ao escopo do projeto. A decisão de quais campos usar e quais não usar é muito importante, pois influi drasticamente na performance da base de dados que estamos desenvolvendo, portanto, é de bom grado um conhecimento sólido destes conceitos. montagem de uma base de dados, pois um bom projeto pode facilitar muito o trabalho de programação.

Como já sabemos, os campos são a parte fundamental de uma base de dados. É nos campos que as

Campos informações ficam armazenadas. Para um otimização da base de dados, antes e utilizar, devemos definir os campos que desejamos usar, e especificar o que cada um pode conter.

O MySQL oferece os mais comuns campos, que até mesmo um programador novato já deve ter visto.

Tipos de campos no MySQL Alguns deles estão aqui listados:

Os campos CHAR são usados para caracteres alfanuméricos, como endereços e nomes. Seu tamanho é fixo

CHAR(M) e instaurado ao ser criado. Um campo do tipo CHAR pode ter de 1 a 255 caracteres.

Tutorial MySQL − Apostilando.com

Campos 7

Exemplo: endereco_comercial CHAR(10);

Define um campo chamado 'endereco_comercial', que pode conter até dez letras. Observe que não há acentos no nome do campo, pois muitos servidores não acentuam, e sua tabela teria difícil acesso.

Sua estrutura e funcionamento é idêntico ao campo anterior, salvo que no tipo CHAR, o tamanho definido é

VARCHAR(M) fixo, e mesmo que não usado, aquele espaço em disco é alocado. Já o campo VARCHAR, aloca apenas o espaço necessário para gravação. Contudo, vale lembrar que trocamos espaço por velocidade, pois este campo é 50% mais lento que o anterior.

Exemplo: endereco_comercial VARCHAR(10);

Define um campo chamado endereco_comercial que pode conter até dez letras. Se você preencher apenas duas, o campo não ocupara todos dez bytes, mas apenas 2.

O campo INT, que como o próprio número diz, suporta o conjunto dos números inteiros numa variação de

INT(M) [Unsigned] −2147483648 a 2147483647. O parâmetro Unsigned pode ser passado, excluindo os números negativos, proporcionando um intervalo de 0 até 4294967295.

Exemplos:

Tutorial MySQL − Apostilando.com

Tipos de campos no MySQL8 carros_estocados INT;

Inteiro válido: −245 Inteiro válido: 245 Inteiro inválido: 3000000000 carros_estocados INT unsigned;

Inteiro válido: 245 Inteiro inválido: −245 Inteiro inválido: 3000000000

Os pontos flutuantes (FLOAT) representam pequenos números decimais, e são usados para representar

FLOAT[(M,D)] números com maior precisão.

Exemplo: voltagem_cadeira_eletrica FLOAT(4,2); Float válido: 324.50

Campo usado para armazenar informações referentes a data. A forma padrão ‚ é 'A−M−D', onde

DATE A corresponde ao ano, M ao mês, e D ao dia. Ele pode variar de 0−0−0 a 9−12−31.

(Parte 1 de 3)

Comentários